Swagelok

Swagelok

A Swagelok Brasil, desde 1998, é distribuidora exclusiva no Brasil da Swagelok®, empresa de maior renome mundial emSoluções para Sistema de Fluídos, que incluem produtos, acessórios, ferramentas, treinamentos e montagens e serviços.

A ARTE E A MATEMÁTICA POR TRÁS DE UMA BOA DOBRA DE TUBOS

Você já viu as instruções que contém no manual que acompanha uma nova ferramenta de dobra de tubos? A maioria das pessoas não lêem. Elas aprendem a usar a ferramenta através de tentativa e erro ou procuram alguém disposto a transmitir a sua experiência. Podemos facilitar esse trabalho com nosso treinamento de dobra de tubos.

Desenvolvemos um vídeo com legendas em português para mostrar o uso básico de um dobrador de tubos Swagelok, mostrando dobras de 90° e 180°. Mas existem muitas outras técnicas e dicas para que uma dobra possa ser executada da forma correta. Um bom layout e execução podem melhorar a estética de um sistema e refletir sobre a qualidade do produto. Técnicos qualificados sabem como planejar e medir adequadamente todas as dobras que irão efetuar para que assim, tenham o mínimo de desperdício de tubos.

A maioria das aulas são com pessoas que têm apenas conhecimento limitado sobre dobra de tubos, mas se conseguimos uma classe com dobradores experientes, ainda podemos mostrar-lhes algumas dicas que talvez não necessariamente conheçam.

O treinamento é projetado para quem trabalha com tubulações, incluindo engenheiros, projetistas, fabricantes, contratados e técnicos que montam sistemas de fluidos.

O EFEITO DO GANHO

 ganho dobra

Na verdade existem vários métodos de dobra de tubos. Temos por exemplo o método mais utilizado que seria o de medir e depois dobrar e também o método em que envolve um pouco de matemática, para poder calcular com precisão qual o ponto em que as dobras devem ser feitas. Esses cálculos são importantes, pois quando se dobra um tubo, existe o fator do ganho de material, ou seja, se você precisa efetuar dobras para conectar um trecho com cerca de 300mm, você pode usar um trecho de tubo com comprimento menor, pois o ganho vai fazer com que seja atingida esta medida. Caso você use um trecho de 300mm, provavelmente ao final das dobras, irá sobrar material e ele deverá ser descartado, gerando desperdício.

PRATICANDO É QUE APRENDEMOS

Nosso treinamento além de fornecer na parte teórica, diversas dicas e técnicas para se efetuar da melhor maneira as dobras, temos também uma parte prática muito interessante onde o aluno pode testar todos os seus conhecimentos tendo que montar um sistema com diversas interferências e sem “matar” os tubos que receberá para fazer estas dobras.

 dobra tubos

treinamento dobra tubos

Ficou interessado em conhecer mais sobre dobra de tubos? Entre em contato conosco e participe de um de nossos treinamentos.

Veja as datas e escopo do nosso treinamento nesses links em nosso site. 

Mangueira Metálica de Alta Pressão Série FX agora com novos tamanhos

Para melhor atender às necessidades de nossos clientes, a Swagelok Co. expandiu os tamanhos disponíveis das Mangueiras Metálicas da Série FX para atender aos requisitos de pressão de nossos clientes. A partir de agora os novos tamanhos estão disponíveis: 3/8, 3/4, 1, 1 1/4, 1 1/2 e 2".

Isso permitirá quer dizer que a partir de agora fornecemos as mangueiras de metal Swagelok numa maior pressão máxima em diâmetros de até 2".

As classificações de pressão de trabalho para todos os tamanhos são:

 fxseries

A Mangueira FX é especificamente designada para aplicações de alta pressão em:

• Química

• Gás Comprimido

• Criogenia

• Célula de Hidrogênio e de combustível

• Naval

• Óleo e Gás

• Energia

• Papel e Celulose

O núcleo corrugado permite maior flexibilidade e limite de vincos.

fx metalica blog

conexões mangueiras fx

Informações técnicas e para pedido foram adicionadas ao catálogo de Mangueiras Swagelok

Para mais informações sobre nossas mangueiras veja esse link

Melhore a vida útil e o desempenho da mangueira em suas instalações. Nós ajudamos você a criar uma melhor operação, sem interrupções. Após a aprovação do cronograma de troca das mangueiras, nós podemos entregá-las conforme a sua necessidade, durante o seu tempo de parada programada.

Nós podemos lhe ajudar a aumentar a eficiência na Instalação Economizando tempo e recursos, melhorando a vida útil, e ainda aumentar a segurança de sua planta!

Como podemos lhe ajudar?

- Nós podemos fazer uma análise da instalação das suas mangueiras;

- Fazer recomendações de melhorias e sugestões com opções de substituição

- Fazer programações de manutenção preventiva e recomendações de inspeção de mangueira para sua instalação

- Fazer atualização do cadastro de mangueira com nossos resultados de pesquisa ou criação de um novo banco de dados, dependendo das necessidades da sua instalação.

Ao final, você receberá um relatório detalhado, suportado por recomendações de melhores práticas de manutenção e cronogramas, junto com recomendações de qualquer modificação que possa impactar em sua planta. E assim, com tudo isso, este processo não interromperá as operações da instalação.

Veja os benefícios:

Reduzindo Custos:

A mangueira inadequada ou uma adequada mas que esteja mal instalada e/ou danificada, pode reduzir a produção de sua fábrica. Isso resulta em custos por paradas não planejadas, horas homem desperdiçadas, perda de material ou retrabalho e uma operação ineficiente de sua planta.

Manutenção Inteligente:

O Serviço de Consultoria Swagelok de Mangueiras maximiza o uso das mangueiras que você já possui e, se necessário, guia você para um novo produto correto, suportado por uma instalação adequada, inspeções regulares e um cronograma de manutenção preventiva, o que significa economia em manutenções planejadas. Nós ajudamos não apenas na escolha das melhores mangueiras e a maneira correta de instalação, mas também mostramos as formas mais inteligentes de mantê-las no seu sistema, assim, elas trabalharão nas melhores condições para seu máximo desempenho.

Aumento de Segurança:

Mantenha sua planta e processos a salvo, previsíveis e confiáveis com um produto à prova de vazamento e um treinamento de valor agregado do Serviço de Consultoria de Mangueiras. Você e seu time de manutenção irão aprender os fundamentos de segurança dos sistemas de fluido e melhores práticas para reduzir o risco de acidentes e danos ao meio ambiente.

 

Entre em contato com o seu representante autorizado da Swagelok e agende uma consulta sem custos.

                              

 Clique na imagem para ver nosso catálogo de Consultoria de Consultoria de Mangueiras

A Swagelok Brasil estará expondo seus produtos e serviços na Feira Brasil Offshore de 20 a 23 de junho, em Macaé.

Se está planejando visitar à Feira, passe em nosso stand G31 para conhecer nossos lançamentos!

 Um de nossos lançamentos que está sendo levado para nossos clientes é a Unidade Móvel/Portátil para Pressurização de Líquidos. Leia mais abaixo:

 

 Unidade móvel para pressurização de líquidos

Utilizada no acionamento de dispositivos hidráulicos, execução de testes hidrostáticos e de ruptura em tubulações, válvulas, conexões,  mangueiras, vasos de pressão, entre outros.

Composto, principalmente, por uma bomba hidropneumática, um tanque para armazenar o fluído de trabalho, uma válvula de alívio e manômetro, o sistema pode atingir até 50.000 psig e vazão de 0,50 litros por minuto.

Possui duas saídas de pressão para trabalhos de até 50.000 psig, bloqueadas individualmente, possibilitando operações simultâneas.

O acionamento da bomba é realizado por meio de ar comprimido com pressão de 1 a 8 bar, dispensando desta forma a alimentação elétrica.

A montagem com conexões e tubos de alta pressão (60.000 psig) e sistema de cone e rosca, proporcionam maior segurança e confiabilidade às operações.

Um sistema de amostragem é composto por diversos componentes e seu correto dimensionamento é crucial para que a análise da amostra seja ela gasosa ou líquida, esteja sendo analisada de forma adequada. Para entendermos melhor isso, é importante citar três fatores que definem como uma amostra deve ser :

  • Representativa – Mantém a pureza da amostra
  • Em tempo – Proporciona tempo de resposta rápido
  • Compatível – A amostra deve ser segura para o analisador

Para que a análise da amostra seja confiável, é importante ela ter essas três características, caso contrário, os resultados não serão compatíveis e isso pode acarretar em diversos problemas e prejuízos.

Pensando em todos esses fatores, a Swagelok desenvolveu uma série de produtos e soluções para proporcionar um condicionamento da amostra para que atenda os três requisitos básicos de um Sistema de Amostragem e é sobre eles que vamos falar.

  • SONDA DE AMOSTRAGEM – PROBE

O início da retirada da amostra de uma linha de processo se faz através da Probe que é um trecho de tubo com diâmetros e comprimentos que devem ser calculados de acordo com cada processo e que são fixados através de flanges, conexões roscadas e ainda podem ser montadas com válvulas de simples e duplo bloqueio. A função da sonda de amostragem é fazer a coleta no meio da tubulação por onde passa a amostra, fazendo uma filtragem e conduzindo uma porção ideal do fluido a ser analisado. Para dimensionar corretamente uma sonda de amostragem é necessário levar em conta o diâmetro da tubulação do processo, velocidade da amostra, pressão e realizar o cálculo de ressonância que o fluído pode gerar na sonda. Para todos esses cálculos, nossa equipe de engenheiros pode lhe ajudar.

  • FIELD STATION – REDUÇÃO DE PRESSÃO

Logo após a coleta de uma amostra gasosa do processo, o Field Station é responsável para reduzir a pressão do gás antes que o fluido chegue ao analisador. Transportar o gás com uma pressão reduzida, oferece três grandes benefícios:

  • Melhora o tempo de resposta para o analisador
  • Diminui a condensação
  • Deixa o ambiente mais seguro

 

  • FAST LOOP

O módulo Fast Loop é indicado para aumentar a vazão em linhas mais longas, reduzindo o tempo de resposta (delay) para o analisador. Composto por um filtro de bypass especialmente projetado para este tipo de sistema, ele reduz a quantidade de amostra que é enviada para o flare ou descarte e ainda ajuda a o módulo a trabalhar com vazões mais altas. Com diversos tipos de configurações, se torna uma solução extremamente versátil para aumentar a velocidade em seu sistema de amostragem.

  • CSM - MÓDULO DE CALIBRAÇÃO E SELEÇÃO

Este módulo tem a função de proteger o analisador, fazendo com que a amostra atenda os requisitos do instrumento que na maioria dos casos, são extremamente sensíveis e caros. Qualquer problema com particulado, vazão e pressão na amostra, podem danificar o analisador. Ele é composto por componentes modulares que reduzem o tamanho do sistema e além de ajudar nas variáveis já citadas, possui a opção de receber várias amostras diferentes e fazer a seleção de qual delas deve ir para o analisador, através de válvulas acionadas pneumaticamente.

Com todos estes componentes, é possível fazer com que a amostra do seu processo não seja alterada/modificada (Representativa), que chegue no tempo desejado e que não danifique o analisador (Em tempo e Compatível).

Para maiores informações sobre nossas Soluções para Sistemas de Amostragem, acesse nosso catálogo aqui ou entre em contato conosco.

Este clipe de 3 minutos mostra como aplicar corretamente a fita PTFE - um vedante de rosca usado em roscas cônicas macho como a NPT por exemplo. No nosso Treinamento de montagem conexões para tubos Swagelok, os nossos instrutores certificados pela Swagelok mostram como aplicar corretamente o vedante de rosca PTFE e outros vedantes e lubrificantes. Os participantes também aprendem sobre acessórios de tubulação, manuseio de tubulação, como instalar corretamente uma conexão Swagelok e muito mais.

Roscas cônicas (NPT) são uma das conexões mais comuns encontrados na indústria. Elas são relativamente simples de montar, no entanto, elas sempre precisam de um vedante, uma vez que possuem lacunas entre os fios de roscas entre a conexão macho e a fêmea.

Preenchendo as lacunas

Existem muitos selantes diferentes disponíveis no mercado. Um dos mais populares é a fita de PTFE. As letras representam o politetrafluoroetileno. É um filme fino que preenche as lacunas entre as raízes e as cristas de roscas de tubos cônicos. A fita de PTFE lubrifica as roscas, o que lhes permite ser mais facilmente rosqueados juntos, ao ponto de deformação, que é o que cria o selo.

A fita Swagelok PTFE fornece vedação confiável em roscas metálicas em aplicações de até 230 graus Celsius. O grande diferencial é que ela é uma fita de alta densidade comparada com as outras existentes, fazendo com que a vedação e lubrificação sejam mais confiáveis. Está em conformidade com a Descrição do Item Comercial A-A-58092.

Ferramentas necessárias

Para aplicar corretamente a fita PTFE, você precisará de um par de ferramentas além claro do rolo de fita:

  • Uma chave de boca
  • Uma escova ou pincel secos e de cerdas macias
  • Uma morsa ou chave de apoio para o encaixe da conexão fêmea

Certifique-se de que o PTFE é adequado para o trabalho. Deve ser usado somente em roscas cônica macho. Não o utilize em roscas paralelas (BSP) ou em extremidades como JIC, cone e rosca e adaptadores para tubos.

  • Primeiro, use a escova ou pincel de cerdas macias para limpar completamente as roscas macho e fêmea para remover todos os particulados ou outras impurezas que foram previamente aplicados. Use uma fita de 1/4 polegada de largura em roscas de tamanho de 1/8 de polegada, 1/4 de polegada e 3/8 de polegada. Use a fita com largura de 1/2 polegada em roscas de tamanho de 1/2 polegada e maiores.
  • Enrole a fita na direção da espiral da rosca macho começando pelo primeiro filete . A fita nunca deve estender-se para além ou sobre o primeiro fio. Se a fita ficar saliente, a mesma pode rasgar e entrar no sistema de fluido.
  • Mantendo a borda da fita paralela à face da conexão, dê duas a três voltas de fita. O número de rotações depende da espessura da fita PTFE que você está usando. A fita PTFE da Swagelok é mais espessa do que as do mercado de modo que duas a três voltas é suficiente. Se você estiver usando fita mais fina, você precisará dar mais voltas.
  • Quando você tiver aplicado fita suficiente, corte o excesso. Se a fita não ficar plana, pressione firmemente a fita nas roscas. Agora basta apertar a conexão de extremidade macho na conexão de extremidade fêmea correspondente manualmente até onde conseguir. Em seguida, com uma chave, aperte a conexão de extremidade macho até que fique apertada.
  • Uma vez que a conexão esteja apertada, não a afrouxe. Fazer isso poderia significar vazamento pelos fios de roscas.

Caso tenham interesse em conhecer a nossa fita PTFE assim como toda a linha de selantes e vedantes para rosca da Swagelok, entre em contato conosco e solicite uma visita de um consultor. Teremos o maior prazer em atender.

Linha de Selantes e Vedantes de Roscas

 

Selante de Rosca Anaeróbico SWAK

 SWAK

 

Fita PTFE

fita ptfe 

 

Selante de Rosca sem PTFE

PTFE FREE

 

Lubrificante para Roscas

 MS TL PGC

 Solicite orçamento através de nosso carrinho de compras:

http://swagelok.com.br/produtos/detectores-de-vazamento

 

Um sistema de fluídos, seja ele líquido ou gasoso, montado com conexões para tubos, deve passar por certos cuidados desde a escolha dos materiais apropriados, dimensionamento correto da tubulação e fazer com que tudo seja montado corretamente, pois através destas tubulações e conexões passam fluídos que podem ser tóxicos, corrosivos e inflamáveis. Trata-se de segurança para a planta e para o colaborador, além de evitar prejuízos ocasionados por vazementos.

Pensando sempre na segurança e praticidade aos clientes, a Swagelok desenvolveu a Conexão Dupla Anilha para Tubo com uma tecnologia diferenciada que garante a sua estanqueidade total, se montada corretamente. No vídeo abaixo de 2 minutos, mostramos o passo a passo de como fazer a montagem da Conexão Swagelok de forma correta e apresentamos dois dos erros mais comuns de instalação que ocorrem em campo.

Primeiro Erro: Não Inserir o Tubo Até o Final da Conexão

O tubo é parte importante na instalação e no bom funcionamento da conexão. Inserir o tubo fazendo com que ele chegue até o final da conexão é extremamente importante para garantir uma montagem livre de vazamentos. Sempre tenha isso em mente quando for montar uma conexão para tubos.

Segundo Erro: Fazer o Aperto da Conexão sem Nenhum Procedimento

Seguir as instruções de aperto de uma conexão é importante para garantir uma boa montagem. Cada pessoa possui uma força/resistência diferente e isso faz com que cada conexão seja montada sem um padrão. Em alguns casos pode ocorrer ter sido apertada demais, ou em outros, estar com falta de aperto. As conexões Swagelok possuem instrução de montagem (para conexões de ¼” até 2”) de 1 ¼ de volta a partir do ponto em que se insere o tubo até o final da conexão; e aperta-se a porca com a mão. Para conexões menores (1/16” a 1/8”) a instrução de aperto é de ¾ de volta. Desta maneira, qualquer pessoa independente da sua força, vai conseguir montar a conexão de uma forma padronizada e correta. Além de ter uma padronização na montagem, ainda é possível fazer a verificação se o aperto foi feito corretamente, utilizando o calibre de inspeção.

Vejam como é simples fazer a montagem de uma Conexão Dupla Anilha da Swagelok

No nosso Treinamento de Montagem de Conexões para Tubo, você aprende todo este procedimento com demonstrações práticas, fazendo montagens com conexões e acessórios em latão e aço inox. Mas isso é apenas o começo. Você também aprenderá sobre design e função da conexão Swagelok para tubos, uma comparação de um sistema de tubos OD e um sistema de tubo schedule, selantes de rosca e lubrificantes, como selecionar e manipular tubulação e muito mais. Para maiores informações sobre este treinamento e de outros que disponibilizamos, acesse nossa página de Treinamentos Clicando aqui.

A Unidade Hidráulica de Pré-Crimpagem com Múltiplas Cabeças (MHSU) crimpa conexões para tubos para ajudar a reduzir torque e tempo de instalação.

A ferramenta de pré-crimpagem da Swagelok é prática, muito fácil de usar e sua função é fazer uma pré-crimpagem das anilhas traseira e dianteira no tubo. Após fazer a crimpagem das anilhas, basta fazer um aperto de ½ volta na porca e o trabalho está concluído. A ferramenta é extremamente útil quando você precisar montar diversas conexões em série, além de ser indicada para montagem de conexões de diâmetros de ¾” a 2”.

A MHSU oferece as seguintes características;

  • Oferece Conexões 100% inspecionáveis após a instalação inicial;
  • Disponível para tamanhos de conexões para tubulação de 1/2" a 1" e de 12 a 25 mm, ou de 1" a 2" e 25 a 50mm;
  • Não provoca tensão inicial nos filetes da rosca e nem nas superfícies de vedação do corpo da conexão;
  • Deve ser usada na instalação de conexões de 1-1/4", 1-1/2" e 2" ou de 31,75mm , 38mm e 50,8mm;
  • É padrão com uma característica de marcação do tubo para indicar quando o tubo atingiu corretamente sua posição;
  • Adapta-se perfeitamente a um estojo rígido de plástico para uso em campo;
  • Reduz o tempo de montagem e instalação e o reduz o potencial de erros de operação e problemas provocados por aperto insuficiente durante a instalação da conexão.

Veja o vídeo com legenda em português ensinando a uitlizar o equipamento.

 

A Swagelok disponibiliza uma série de outras ferramentas que são muito úteis e facilitam o trabalho com seus sistemas de fluidos:

  • Chave para Conexão Tê

chave conexao te

 

  • Chave Catraca

chave catraca

  • Dobrador de Tubos Manual 

 dobrador de tubo

  • Dobrador de Tubos para Bancada

dobrador tubos bancada

  • Dobrador de Tubos Elétrico

dobrador tubos eletrico

  • Escareador para Tubos

escareador

  • Cortador à Frio para Tubos

cortador a frio

 

Nossos clientes prezam pela Segurança, Confiança e Inovação geradas através da qualidade de nossos produtos e serviços. Sistemas de alta pressão demandam produtos de qualidade.

Não se pode trabalhar com equipamentos que possam causar falhas ou vazamentos. Por isso a White Martins e a Swagelok mantém uma parceria de tantos anos com a ajuda das pessoas da Swagelok, produtos, treinamento e Soluções Integradas.

Veja mais neste vídeo sobre a longa relação colaborativa entre a Praxair e Swagelok e a qualidade e confiança que sustentam o longo histórico da White Martins de segurança e qualidade.

  

Veja este e outros vídeos legendados em nosso canal no Youtube

 

 

 

PM, 12 018 2017 23:Fev

Manifolds

CORP-0023 R4 - Catalog - Swagelok Nuclear Capabilities ING
MS-01-22 R13 - Catalog - Bellows-Sealed Valves, B Series ING
MS-01-38 RI - Catalog - Bellows-Sealed Valves-U Series ING
MS-01-62 RM - Catalog - Bleed Valves and Purge Valves ING
MS-01-73 R12 - Catalog - Diaphragm Valves, DL and DS Series ING
MS-01-76 R9 - Catalog - High-Pressure, Pneumatically Actuated Bellows-Sealed Valves, HB Series ING
MS-01-94 R15 - Catalog - Bellows-Sealed Valves, BN Series ING
MS-01-149 R10 - Catalog - Weld Fittings, Ultrahigh-Purity, Specially Cleaned, and Industrial ING
MS-01-165 R12 - Catalog - Springless Diaphragm Valves for High Performance, DP Series ING
MS-01-178 - Catalog - Instrument Manifolds Systems ING
MS-02-02 R7 - Catalog - Distribution Block Valves - D60 Series ING
MS-02-07-E R6 - Catalog - Bellows-Sealed 3-Valve Manifolds - V3 Series ING
MS-02-171 R7 - Catalog - Ultrahigh-Purity Fluoropolymer Diaphragm Valves, DRP Series ING
MS-02-185 R12 - Modular Platform Components (MPC) ING
MS-02-214 R4 - Catalog - Distribution Manifold - J6 Series ING
MS-02-340 R10 - Catalog - Process Interface Valves Kenmac® and Process Monoflanges ING
MS-02-358 RC - Catalog - Fluid Distribution Header ING
MS-02-442 R1 - Catalog - Bellows and Diaphragm - Selection Guide ING
MS-02-445 - Catalog - Instrument Manifolds ING
MS-02-468 RE - Catalog - Swagelok Nuclear Products, Code-Compliant, Safety-Related, and Commercial Grade ING
MS-04-174 R1- Quick look IPT Series ING
MS-06-97 R3 - Catalog - SCF Series Ultrahigh-Purity Gas Filters Technical Report ING
MS-12-35 R0 - IGC II Integrated Gas Components Assembly and Service Instructions ING
MS-12-39 - Catalog - Modular Platform Components Assembly and Service Instructions, MPC Series ING
MS-CRD-0056 RD- Valve Lockout Accessories for Swagelok Valves & Manifolds ING
MS-CRD-0112 R2 - Catalog - Valve Packing Adjustment ING
MS-CRD-GMANIF R1 - V Series, VL Series, and VB Series Manifolds with Grafoil Packing ING
MS-INS-UNV-MB-V - Mounting Instructions for V Series Manifolds, Universal Bracket ING
MS-INS-VMRP R2- Manifold Packing Replacement Instructions V, VB, VC and VL Series ING